Pinheirodeabrantes

Desabafos e outras coisas...

Passadeira para peões


Ontem tive uma experiência engraçada. Quer dizer, não foi engraçada. Foi parva. Melhor, foi parvamente desagradável...

Ia eu na minha Bonnie, calmamente, aqui em Abrantes quando, ao virar para o Retal Park para ir à Worten cá do sítio, vi que vinha um senhor no passeio e se aproximava do sítio onde estavam as riscas da passadeira, agora inexistentes devido à requalificação do espaço em curso, mas onde se mantém, orgulhosamente, o respetivo sinal.

Como aprendi no estudo do Código da Estrada, já vai para mais de três décadas, ao fazer uma mudança de direção tenho de ceder passagem aos peões. Acho que esta regra ainda não mudou, pois não? Também aprendi que tenho de ceder passagem aos peões nas passadeiras... e que devemos ser corteses e cautelosos na nossa condução. Um peão é sempre vulnerável ao encontro com chapa, ferro ou mesmo plástico em andamento!

Leia mais...


Para terminar esta minha série de pontos sobre as Testemunhas de Jeová, retirados da minha carta de dissociação, deixo-vos algumas notas sobre a “protecção especial”.

É caricato ver como as pessoas são convencidas a pensar que são especiais... Em situações difíceis, por exemplo, se tudo se resolve bem, foi por protecção divina. Nunca pela acção dos profissionais dedicados que resolveram o problema. Então, questiono-me, será que os outros irmãos ou irmãs, para quem o mesmo tipo de situação não resultou bem, não gozaram da mesma protecção? Será que Satanás foi mais forte que Jeová no seu caso? Será que Deus gosta mais de uns que doutros? Não creio! Afinal, a Bíblia não diz que “o tempo e o imprevisto sobrevêm-lhes a todos”? (Eclesiastes 9:11)

Leia mais...


Este é outro dos pontos que me deixam perplexo. Não basta a WTBTSP desencorajar fortemente o ensino superior, como ainda o desvaloriza! Ou seja, aqueles que o têm até se sentem mal por o terem! Excepção feita se a WTBTSP precisar de pessoas com essas qualificações. Nesse caso, ainda bem que os pais ajudaram os filhos nesse sentido, apoiando-os e pagando os seus estudos.

Portanto, a sociedade tem dois pesos e duas medidas quando se trata de olhar para esta questão.

Leia mais...


Aqui vai mais uma das várias pérolas com o patrocínio da organização por trás das Testemunhas de Jeová.

Por mais que digam que não, o medo é a estratégia mais usada pela WTBTSP para manter os seus seguidores sob controlo.

O medo de não ser aprovado, o medo de fazer pouco para Jeová, o medo de não estar preparado para o Armagedom (a guerra final de Deus contra os humanos rebeldes, i.e., todos aqueles que não se tornarem TJs), o medo de pecar, o medo de não ser perdoado, o medo de desagradar...

São uns queridos, os senhores que gerem a fortuna que recebem todos os meses das formiguinhas que, enganadas, andam a trabalhar de graça para eles viverem à grande, no seu reino, nos EUA.

Leia mais...


Aqui fica mais um excerto da minha carta de desvinculação da organização das Testemunhas de Jeová. É mais uma preciosidade!

A teoria conhecida por “geração sobreposta” (uma invenção da WTB, segundo a qual se atrasa mais uns anos — tipo, eternamente — o fim deste sistema de coisas, porque ele ainda não chegou, fazendo uso dumas contas, no mínimo, ridículas...), lançada em 2010, é mais uma falsidade que mostra como o Espírito Santo de Deus não pode estar a guiar estes homens e prova a sua falta de humildade.

Parecem membros de um governo decadente a tentarem manter-se no poder!

Quantas mudanças convenientes, quantos novos entendimentos surgirão para adaptar a palavra de Deus às conveniências desta organização?!

Leia mais...

Castelo de Amieira do Tejo


Hoje foi dia de dar um pequeno passeio aqui por perto com a família.

A escolha recaiu numa pequena mas muito bonita vila do distrito de Portalegre: Amieira do Tejo.

Como a ideia era fazer uma caminhada, fizemos apenas uma pequena paragem para tirar uma foto ao seu bonito castelo e fomos para a beira rio, onde percorremos parte dos seus bonitos caminhos à beira do rio Tejo.

A calma, a beleza da paisagem e a qualidade do caminho deixaram-nos deslumbrados.

Ao longo do percurso passámos por várias quedas de água e conseguimos também ver duas bonitas garças.

A repetir, sem qualquer dúvida!

Fiquem bem!

Aqui fica a breve reportagem fotográfica.

#stroll #castelos #hike #portugal #monumentos #caminhada #passeio

João Pinheiro


As transfusões de sangue: a Bíblia não fala delas! Em lado algum!

A Bíblia fala do aproveitamento do sangue para consumo, do sangue de animais sacrificados a Deus ou a deuses falsos, de rituais satânicos! O sangue era — e ainda é — um alimento, em zonas onde os recursos naturais são escassos!

Como é que uma religião verdadeira pode mudar estes entendimentos bíblicos ao longo do tempo, andando com eles para trás e para a frente?! É o Espírito Santo de Deus que os guia?! Será?!

Jeová não muda! Sim, é ele que nos dá a vida. E alguém pode partilhar um pouco da sua para ajudar a manter a vida preciosa que Jeová deu a alguém que está em risco de perder a sua; tal como um pai ou uma mãe podem dar a sua própria vida para manter a do seu filho ou filha; tal como o transplante de um órgão vital é impossível de se realizar sem que ele envolva a partilha do sangue do dador!

Quando se permite a aceitação, novamente, de fracções de sangue, alguém o doou!!!

Haja seriedade e humildade!

Leia mais...


Continuando a minha saga de esclarecimento em relação aos abusos da organização mãe da Testemunhas de Jeová, aqui fica mais uma pérola.

Outra das regras desta organização é a imposição de um código de indumentária, quase que a assemelhar-se ao uso de farda.

Para mim, em especial, por motivos de saúde, foi sempre muito complicado de o seguir. Os varões têm obrigatoriamente de usar fato e gravata, mesmo com os 40 graus do nosso Verão! Isso, para mim, foi sempre uma enorme fonte de sofrimento e de mal-estar. E desde quando é que a espiritualidade duma pessoa se mede pela sua roupa?! Mas, a WTBTSP faz questão de a medir assim, desrespeitando culturas e situações específicas.

E, caso estejam a pensar que eu podia recusar... Sim, podia, mas era discriminado, mal visto, desqualificado para receber aquilo que eles chamam de “privilégios”, ou seja, não poderia desempenhar determinadas funções dentro da congregação que mostram quão espiritual a pessoa é!

Leia mais...

Raspberry Pi

Ainda tentei ligar a caixa de fósforos por Wi-Fi, mas estava a aquecer muito! Tive medo que pegasse fogo! :)


Há alguns meses decidi que estava na hora de eu ter o meu próprio servidor. Era uma ideia que já tinha alguns anos mas que eu não tinha querido concretizar devido à complexidade da mesma. No entanto, nunca deixei de me interessar pelo assunto e, numa das minhas investigações, descobri o YunoHost, um sistema operativo para servidor, baseado em Debian, que facilita todo o trabalho de configuração do servidor e das respetivas aplicações.

No mesmo ano de lançamento do YunoHost, 2012, surgiu também o Raspberry Pi! Deste já eu tinha ouvido falar alguns anos antes de ter descoberto o YunoHost e sempre me agradou o conceito: um microcomputador acessível, simples, com o objetivo de levar os mais novos a iniciarem-se na criação informática e de a democratizar ao mesmo tempo.

Leia mais...

My Bonnie


Foi em 1883 que Siegfried Bettmann, um alemão, se mudou para o Reino Unido onde, em 1887, criaria a marca de bicicletas Triumph.

Em 1895 começou o seu interesse pela produção de motociclos, mas não avançou devido à legislação inglesa…

Em 1902, depois da legislação ter sido alterada, Siegfried Bettmann lançou a primeira motocicleta da marca que viria a liderar o mundo das duas rodas motorizadas durante décadas.

No seguimento do desenvolvimento do motor bicilíndrico paralelo, lançado pela primeira vez em 1933 na Triumph 6/1, moto que foi um fracasso comercial total, seguido do sucesso da Triumph Speed Twin, lançada em 1937, e da Triumph TR6 Trophy, surgiu, em 1959, a Triumph Bonneville T120, a moto que marcaria o mercado motociclístico mundial de forma inigualável!

Leia mais...