WriteFreely

Reader

Read the latest posts from WriteFreely.

from Pinheirodeabrantes

Passadeira para peões


Ontem tive uma experiência engraçada. Quer dizer, não foi engraçada. Foi parva. Melhor, foi parvamente desagradável...

Ia eu na minha Bonnie, calmamente, aqui em Abrantes quando, ao virar para o Retal Park para ir à Worten cá do sítio, vi que vinha um senhor no passeio e se aproximava do sítio onde estavam as riscas da passadeira, agora inexistentes devido à requalificação do espaço em curso, mas onde se mantém, orgulhosamente, o respetivo sinal.

Como aprendi no estudo do Código da Estrada, já vai para mais de três décadas, ao fazer uma mudança de direção tenho de ceder passagem aos peões. Acho que esta regra ainda não mudou, pois não? Também aprendi que tenho de ceder passagem aos peões nas passadeiras... e que devemos ser corteses e cautelosos na nossa condução. Um peão é sempre vulnerável ao encontro com chapa, ferro ou mesmo plástico em andamento!

Bem, voltando ao meu ponto, ao ver o peão, parei, como faço sempre, a menos que ele seja daqueles saltitantes que se atiram para as passadeiras sem me darem tempo para parar.

E eis que dou por um carro se apresentar pela minha esquerda, um carro potente, com um condutor a esbracejar e a buzinar na minha direção! Não percebi...

O peão passou e eu arranquei. Voltei a olhar para trás, o condutor continuava a esbracejar do alto do seu SUV. Encolhi os ombros e fiz aquele gesto de levantar um braço a perguntar o que o senhor queria. Não fiz qualquer gesto obsceno, nem usei qualquer palavrão.

O senhor veio atrás de mim e estacionou perto, saindo do carro para se dirigir a mim e perguntar se era assim que se parava!

Eu, calmamente, respondi-lhe com uma pergunta: O que é que o senhor queria que eu fizesse quando tinha uma passadeira à frente e um peão a querer atravessar a mesma, na continuação do seu trajecto pelo passeio?

Na sequência da minha resposta o senhor ficou assim com uma certa cara de parvo e lá foi dizendo que não viu nenhuma passadeira e que ficou assim mais assustado (palavra minha) por que ia de mota e, se me tivesse batido, eu podia ter-me magoado! Digo eu, desculpas esfarrapadas...

Para encerrar a conversa, disse-lhe para ir lá ver o sinal da passadeira... A conversa terminou assim.

Pergunto-me eu: O que é que estas pessoas andam a fazer na estrada, dentro duma cidade, que não veem um motociclista, que por acaso é bem alto, a fazer pisca e a travar!

Sempre ouvi dizer que com grandes “distinções” vêm grandes responsabilidades! Mas, com os exemplos dos nossos governantes isso, se calhar, já não se aplica e quem anda com carros potentes não precisam de tirar a carta ou tiram uma versão light da mesma... Não sei!

O que eu sei é que é por causa destes tipos distraídos que todos os anos morrem centenas de pessoas nas nossas estradas!

Haja paciência para estes tipos que acham que têm o direito de usar as estradas como pistas e de colocar em perigo a vida dos outros!

Bem hajam!

#Portugal #acidentes #carros #motos #aselhas

 
Leia mais...

from Pinheirodeabrantes


Para terminar esta minha série de pontos sobre as Testemunhas de Jeová, retirados da minha carta de dissociação, deixo-vos algumas notas sobre a “protecção especial”.

É caricato ver como as pessoas são convencidas a pensar que são especiais... Em situações difíceis, por exemplo, se tudo se resolve bem, foi por protecção divina. Nunca pela acção dos profissionais dedicados que resolveram o problema. Então, questiono-me, será que os outros irmãos ou irmãs, para quem o mesmo tipo de situação não resultou bem, não gozaram da mesma protecção? Será que Satanás foi mais forte que Jeová no seu caso? Será que Deus gosta mais de uns que doutros? Não creio! Afinal, a Bíblia não diz que “o tempo e o imprevisto sobrevêm-lhes a todos”? (Eclesiastes 9:11)

E pronto, termino esta minha série que resume alguns dos principais motivos pelos quais abandonei esta seita destrutiva. Caso queiras saber mais ou esclarecer algum ponto, não hesites em contactar-me. Terei todo o prazer em ajudar a esclarecer qualquer dúvida.

Nota:

Esta publicação não visa atacar as Testemunhas de Jeová, nem promover qualquer animosidade contra elas, individualmente. Ela visa apenas mostrar a todos que os seus líderes estão a manipular mais de oito milhões de pessoas e a levá-las, involuntariamente, a fazer o mesmo a outros. Todos são vítimas duma estratégia bem delineada que visa perpetuar o seu poder à custa das contribuições voluntárias dos seus membros, à sombra da religião e à revelia das leis de estados de direito e em desrespeito total pela Declaração Universal do Direitos Humanos.

#testemunhasdejeova #tj #jehovahswitnesses #jw

 
Leia mais...

from Pinheirodeabrantes


Este é outro dos pontos que me deixam perplexo. Não basta a WTBTSP desencorajar fortemente o ensino superior, como ainda o desvaloriza! Ou seja, aqueles que o têm até se sentem mal por o terem! Excepção feita se a WTBTSP precisar de pessoas com essas qualificações. Nesse caso, ainda bem que os pais ajudaram os filhos nesse sentido, apoiando-os e pagando os seus estudos.

Portanto, a sociedade tem dois pesos e duas medidas quando se trata de olhar para esta questão.

Esquecem-se que são as pessoas com estudos superiores que lhes ensinam os filhos, que lhes salvam os filhos, os pais, etc., quando sofrem acidentes ou padecem de doenças. São elas que ajudam as sociedades a funcionar melhor. São, também, essas pessoas que dedicam a sua vida a ajudar outros e a estudar para desenvolverem os tratamentos alternativos que tanto apreciam! É muito feio ir a casa de alguém dizer mal dessa pessoa ou usá-la de acordo com as nossas conveniências, dizendo mal dela nas suas costas...

E é isso que esta associação faz todos os dias, de modo figurativo, claro!

Nota:

Esta publicação não visa atacar as Testemunhas de Jeová, nem promover qualquer animosidade contra elas, individualmente. Ela visa apenas mostrar a todos que os seus líderes estão a manipular mais de oito milhões de pessoas e a levá-las, involuntariamente, a fazer o mesmo a outros. Todos são vítimas duma estratégia bem delineada que visa perpetuar o seu poder à custa das contribuições voluntárias dos seus membros, à sombra da religião e à revelia das leis de estados de direito e em desrespeito total pela Declaração Universal do Direitos Humanos.

#testemunhasdejeova #tj #jehovahswitnesses #jw

 
Leia mais...

from Pinheirodeabrantes


Aqui vai mais uma das várias pérolas com o patrocínio da organização por trás das Testemunhas de Jeová.

Por mais que digam que não, o medo é a estratégia mais usada pela WTBTSP para manter os seus seguidores sob controlo.

O medo de não ser aprovado, o medo de fazer pouco para Jeová, o medo de não estar preparado para o Armagedom (a guerra final de Deus contra os humanos rebeldes, i.e., todos aqueles que não se tornarem TJs), o medo de pecar, o medo de não ser perdoado, o medo de desagradar...

São uns queridos, os senhores que gerem a fortuna que recebem todos os meses das formiguinhas que, enganadas, andam a trabalhar de graça para eles viverem à grande, no seu reino, nos EUA.

Nota:

Esta publicação não visa atacar as Testemunhas de Jeová, nem promover qualquer animosidade contra elas, individualmente. Ela visa apenas mostrar a todos que os seus líderes estão a manipular mais de oito milhões de pessoas e a levá-las, involuntariamente, a fazer o mesmo a outros. Todos são vítimas duma estratégia bem delineada que visa perpetuar o seu poder à custa das contribuições voluntárias dos seus membros, à sombra da religião e à revelia das leis de estados de direito e em desrespeito total pela Declaração Universal do Direitos Humanos.

#testemunhasdejeova #tj #jehovahswitnesses #jw

 
Leia mais...

from Pinheirodeabrantes


Aqui fica mais um excerto da minha carta de desvinculação da organização das Testemunhas de Jeová. É mais uma preciosidade!

A teoria conhecida por “geração sobreposta” (uma invenção da WTB, segundo a qual se atrasa mais uns anos — tipo, eternamente — o fim deste sistema de coisas, porque ele ainda não chegou, fazendo uso dumas contas, no mínimo, ridículas...), lançada em 2010, é mais uma falsidade que mostra como o Espírito Santo de Deus não pode estar a guiar estes homens e prova a sua falta de humildade.

Parecem membros de um governo decadente a tentarem manter-se no poder!

Quantas mudanças convenientes, quantos novos entendimentos surgirão para adaptar a palavra de Deus às conveniências desta organização?!

Quantas datas mais serão mudadas? (Podem-se consultar as explicações claras e evidentes aqui.) É impressionante a facilidade com que a WTB torce a Palavra de Deus a seu contento, fazendo leituras literais, quando conveniente, mesmo que estejamos a falar de linguagem metafórica, ou adaptando, acrescentando, interpretando como lhe convém o texto bíblico. Acho que a Bíblia fala claramente dos falsos profetas que surgiriam nos tempos do fim, não fala?

Acresce que a geração que não passará, aquela de 1914, está assente numa mentira. Ela parte do pressuposto de que Jerusalém foi destruída em 607 A. C. Ora, acontece que os historiadores, após a descoberta de milhares de provas documentais há algumas décadas, verificaram que essa data está errada e que a mesma ocorreu em 587 ou 586 A. C.

Porque é que a WTB ainda não ajustou este ensino que se baseia num erro que se transformou numa mentira? Pelo simples motivo que daí resultaria a queda de toda uma organização baseada em mentiras, pois todos os seus ensinos são baseados em datas previstas com base em 607 A. C.! Tudo cairia por terra, desde o Corpo Governante, até todas as suas teorias...

Nota:

Volto a frisar que estas minhas publicações não visam atacar as Testemunhas de Jeová, nem promover qualquer animosidade contra elas, individualmente. Estes meus alertas visam apenas mostrar a todos que os seus líderes estão a manipular mais de oito milhões de pessoas e a levá-las, involuntariamente, a fazer o mesmo a outros. Todos os que são enganados por esta seita destrutiva são vítimas duma estratégia bem delineada que visa perpetuar o seu poder à custa das contribuições voluntárias dos seus membros e à sombra da religião.

#testemunhasdejeova #tj #jehovahswitnesses #jw

 
Leia mais...